QUEM FAZ

Eu me chamo Janaína e ganhei esse nome a pedido da minha irmã. Criei a Chauá em agosto de 2016 ao decidir que gostaria de aprender a costurar e fazer roupas. O nascimento da marca acontece junto com o desenvolvimento desse ofício na minha vida e foi nas memórias com minha avó Terezinha onde encontrei referência e inspiração. Foi ainda criança e junto dela que tive as primeiras lições de costura, observando e aprendendo.

Vejo a roupa como um objeto carregado de história, que ao mesmo tempo nos apoia e faz parte do nosso cotidiano e é a partir dessa perspectiva que desenvolvo meu trabalho. Pra mim a roupa é nosso segundo corpo. 

A minha trajetória até aqui, baseada em um modelo de produção artesanal, me fez perceber os impactos que a lógica industrial da larga escala, alto consumo e rápido descarte projetam nas vidas e no planeta. Essa tomada de consciência tem me guiado na busca por coerência e por fazer melhores escolhas.

Trabalho no ateliê que fica junto à minha casa, em Curitiba. Sento para costurar de frente a uma janela que dá para o quintal, com vista para o pé de limão e de onde também observo os passarinhos. 

A Chauá começou como um
negócio de uma mulher só e hoje busco parcerias para dividir parte da produção. Mas ainda crio, corto, costuro e envio todos os pedidos pessoalmente, além de cuidar de outros processos. Depois do ateliê, a cozinha e o quintal são meus locais de criação preferidos.